A Igreja de Cristo

Eram duas da tarde de um dia ensolarado no Peru, estava com o meu companheiro de missão numa sede de estaca escutando a sessão da tarde da Conferência Geral. Tenho um pouco de vergonha em admitir que estava cansado, distraído e entediado.

Durante essa semana, tinha recebido alguns emails de amigos da faculdade comentando sobre o que estavam alcançando e o otimismo com que viam sua vida profissional. Alguns me perguntavam o que eu iria fazer quando eu voltasse. Me diziam também, que eu deveria me esforçar muito porque ao atrasar meus estudos por dois anos eu estaria em desvantagem e com certeza seria difícil começar a trabalhar da maneira como havia planejado ao começar a faculdade.

Esta semana poucas pessoas haviam demonstrado interesse em escutar-nos, eu me perguntava se realmente valia a pena estar na missão quando podia talvez estar aproveitando meu tempo estudando e buscando alcançar minhas metas profissionais.

Estava cheio de dúvidas e temores por meu futuro, me perguntava o quanto seria difícil retomar os meus projetos e estar no mesmo nível dos meus companheiros que estavam aparentemente tão bem, enquanto eu estava junto a um pequeno povoado do Peru, onde poucas pessoas queriam escutar-me.

Olhando retrospectivamente aquela semana na minha missão, percebo o quanto é fácil para nós distrair-nos e esquecer das promessas do Senhor.

Analisando um pouco mais profundamente meu coração me ponho a pensar se neste tempo como missionário no campo, sabia com completa convicção que a obra que estava fazendo e  a igreja a que pertencia era tudo o que dizia ser. De verdade, era a única igreja viva e verdadeira no mundo.

Um testemunho prestado

a igreja de cristo

A felicidade de encontrar a igreja de Cristo

Havia sido membro da igreja por toda a minha vida, havia muitas vezes compartilhado o meu testemunho dizendo e afirmando quase em uma forma automática que a igreja era verdadeira, que Jesus Cristo era o nosso Salvador e que o Livro de Mórmon era em efeito outro testamento de nosso Salvador Jesus Cristo.

Como eu o soube por mim mesmo

Sentado junto ao meu companheiro, naquela sala quase vaziajá que muitos não assisitam a sessão de sábado à tarde da Conferência Geral, olhando para baixo, com os olhos cheios de lágrimas pela tristeza, frustração e dúvidas que confundiam minha mente, levantei a cabeça e olhei para a tela. Vi naquela ocasião alguém que era desconhecido para mim, Élder Neil L. Andersen que naquela época, era membro da presidência dos setenta.

a igreja verdadeira

A igreja de Cristo (imagem via lds.org)

Ele começou seu discurso com uma história do presidente Gordon B. Hinckley e um oficial asiático. Este homem havia ido aos EUA para um treinamento militar,  conheceu a igreja e se batizou. Presidente Hinckley perguntou o que pensaria sua família quando soubesse que ele havia se convertido ao cristianismo, especialmente ao cristianismo mórmon. O oficial de forma triste comentou que todos estariam decepcionados e que possivelmente lhe seria negada qualquer oportunidade de avançar profissionalmente. O presidente Hinckley lhe perguntou se ele estaria disposto a suportar tudo isso. O oficial o respondeu com uma pergunta: “é verdade não é?” Presidente Hinckley contestou: “sim, é a verdade”. Ao que o oficial disse: “se esta é a verdade o que mais importa?”.

A impressão era de que o próprio Senhor havia escutado os meus pensamentos e havia respondido a uma pergunta que nem se quer havia formulado mas que talvez sentia desde o fundo do meu coração. Esta é a verdade, não é Senhor? Sim Isaac, está é a verdade, não te preocupes pelo demais.

As vezes não sabemos que na realidade o sabemos

Meu companheiro se assutou um pouco ao me ver chorar quase como uma criança, me perguntou se estava bem, eu não podia conter aquele sentimento de gratidão e ao mesmo tempo de arrependimento por haver duvidado do Senhor e de sua igreja. Eu sabia que era verdade, sempre o soube, só não sabia que eu sabia.

Havia postergado meus sonhos e deixado tudo por um momento para servi-lo porque sabia que esta era a verdade, só me havia esquecido que na realidade sim eu sabia que essa era a sua obra, eu me havia distraído com as coisas do mundo.

Esta é a verdadeira Igreja e Jesus Cristo

Todos temos a luz de Cristo, aquele sentimento que nos ajuda a reconhecer o bem e o mau, aquele sentimento que nos sussurra e nos diz que a igreja de Jesus Cristo é tudo o que afirma ser. Respeitamos aos nossos irmãos de outras religiões mas sabemos que Jesus é o Cristo que o evangelho Dele foi restaurado nestes dias por profetas e apóstolos.

Guardo com muito amor a lembrança daquela tarde na capela em Puno Peru. Aquele dia em que soube sem nenhuma dúvida que a igreja era verdadeira. Não vi anjos, não vi uma luz, não aconteceu nada extraordinário, apenas escutei o que sabia que o Senhor queria que eu soubesse. Esta é a verdade, então não importa o demais.

Cada vez que tenho algum desafio me pergunto a mim mesmo: esta é a verdade não é? Sim, é a verdade. Então o demais não importa.


O artigo orginal foi escrito por Isaac Ângulo e publicado em espanhol na página mormonsud.org. (aqui)

(Visited 305 times, 1 visits today)