Escrito por Douglas Melo

“Nos encontramos no maravilhoso Rio de Janeiro com um sol escaldante.” Essas foram as palavras do Élder Aidukaitis, primeiro conselheiro na Presidência da Área Brasil, no início do devocional “Erguer-se e Brilhar”. Para a maioria das pessoas, essa foi uma frase comum, principalmente em se tratando do Rio de Janeiro. Mas para quem acompanhou os preparativos do evento sabe que ela carrega um significado muito mais profundo.

“Com os jogos olímpicos acontecendo no Brasil, a Presidência da Área pensou em fazer um devocional especial para os jovens, e nós começamos a sonhar em realizá-lo no Rio de Janeiro”, diz Alex Dantas, gerente de publicações da Área Brasil e diretor e roteirista do devocional. “Existe uma relação entre alguns princípios do evangelho e o espírito olímpico. As mensagens, as músicas do devocional e as belezas naturais do Rio demonstram isso”, continua Alex.

Depois de muita pesquisa, foi escolhido o Mirante Dona Marta, um local administrado pelo Parque Nacional da Tijuca, para a realização do devocional. “Por se tratar de uma reserva ambiental, existia uma preocupação por parte dos administradores com respeito a transtornos que nós poderíamos causar e com relação também à limpeza no local. Mas quando eles assitiram ao devocional “Fechando as Malas com a Presidência da Área”, viram o tipo de jovens que a Igreja possui e ficaram mais tranquilos”, conta Alex. 

Ainda assim, devido a todos os eventos que as olimpíadas 2016 trouxeram para o Rio, a autorização demorou a sair e, quando  finalmente aconteceu, era mês de chuvas na cidade e todas as previsões indicavam chuva e nebulosidade por vários dias. “Os institutos de metereologia não nos deram nenhuma esperança de um dia ensolorado. Sem alternativa, escolhemos um dia para a gravação e começamos a orar para que um milagre acontecesse.” Quando Alex chegou ao local no dia da gravação, às 7 horas da manhã, confirmando o que os especialistas haviam antecipado, estava nublado e chovendo. “Corríamos o risco de não conseguir gravar, pois como o mirante fica em um ponto muito alto, com o tempo fechado, fica tudo cinza e não dá para ver a paisagem. Foi uma das produções mais tensas de que eu já participei.” 

Mesmo com todo esse cenário negativo, a equipe continuou. O palco foi montado debaixo de chuva e todos os preparativos começaram a ser feitos. “Pedimos ao Pai Celestial que fizesse um milagre, pois sabíamos que a missão do evento era muito importante.”

Por volta das 11 horas da manhã, o Senhor começou a atender a oração fervorosa dos participantes  e o céu começou a se abrir. “Às 13 horas parecia verão, contrariando o que todos os institutos oficiais tinham previsto.”

O devocional então aconteceu, e com um sol escaldante, como descreveu o Élder Aidukaitis. “Quando ele disse isso, para nós da produção que vivemos aquela tensão toda, foi a parte mais emocionante do evento”, disse Alex. Ele continua: “Durante as olimpíadas, jovens de todas as partes do mundo tentam ser os melhores em sua categoria. O esporte tem a ver com superação, e isso se aplica à nossa vida, pois todos temos ‘medalhas’ que o Senhor espera que ganhemos. Para adquirir as bênçãos eternas, precisamos nos esforçar e nos preparar. Após o ‘Erguer-se e Brilhar’, acho que sou uma pessoa que confia ainda mais nos propósitos de Deus”.

 
Você pode ver o devocional no Canal Mórmon do Youtube, clicando neste link: https://www.youtube.com/watch?v=1MVtPAhN_XU, baixar ou ouvir as músicas aqui: bit.ly/Erguer-sePlaylist  e fazer o download dos vídeos aqui: bit.ly/Erguer-seVideos
(Visited 3.342 times, 1 visits today)