Kate Bratskeir, uma pesquisadora da felicidade, tomou os dados de vários estudos sobre a felicidade dos últimos 40 anos e montou uma lista do que ela chamou de “Os Hábitos das Pessoas Extremamente Felizes” *. Nós relacionamos abaixo os hábitos e acrescentamos as palavras dos profetas e líderes gerais da Igreja:

1. As pessoas felizes são rodeadas de outras pessoas felizes. A alegria é contagiante. As pessoas são quatro vezes mais propensas a ser felizes no futuro com pessoas felizes ao seu redor. O Presidente Henry B. Eyring disse: “Todos seremos provados. E todos precisamos de amigos verdadeiros que nos amem, que nos escutem, que nos mostrem o caminho e que testifiquem a respeito da verdade para nós.” [1]

2. As pessoas felizes tentam ser felizes. Quando as pessoas felizes não se sentem felizes, elas cultivam pensamentos felizes e sorriem por causa deles. O Presidente Lorenzo Snow ensinou que o Evangelho de Jesus Cristo “nos ensina a não esperar pela eternidade para começar a ser felizes, mas a empenhar-nos aqui para que nós, e os que nos cercam, alegremo-nos com as bênçãos do Todo-Poderoso.” [2]

3. As pessoas felizes gastam mais dinheiro com os outros do que elas gastam para si mesmas. Pessoas que doam experimentam o que os cientistas chamam de “o barato de ajudar.” O Élder Carlos H. amado, que serviu no Quorum dos Setentas, disse: “A bondade, o amor, a paciência, a compreensão e a unidade aumentarão à medida que servirmos, ao passo que a intolerância, o ciúme, a inveja, a ganância e o egoísmo diminuirão ou desaparecerão. Quanto mais dermos de nós mesmos, mais aumentará a nossa capacidade de servir, compreender e amar. (…) Aqueles que servem sempre estarão desejosos de compartilhar o tempo todo o que possuem e o que sabem, em todos os lugares e com todas as pessoas.” [3]

4. As pessoas felizes têm conversas profundamente pessoais. Sentar-se para falar sobre o que motiva uma pessoa é uma boa prática para se sentir bem a respeito da vida. É preciso confiança no confidente. Para estabelecermos este tipo de confiança precisamos ser amigos leais.  O Presidente Gordon B. Hinckley disse:”Procurem ajudar-se mutuamente. Todos nós precisamos de ajuda de tempos em tempos. Precisamos de encorajamento. Precisamos de amigos que fiquem a nosso lado nas horas boas e más. Peço a cada [um] de vocês que seja esse tipo de [amigo].
” [4]

5. As pessoas felizes usam risos como um medicamento. Uma boa risada libera muitos neurotransmissores bons. Um estudo mostrou que as crianças riem, em média, 300 vezes por dia, enquanto que os adultos riem 15 vezes por dia. O Élder Joseph B. Wirthlin disse: “Da próxima vez que se sentir tentado a remoer algo, procure experimentar o riso. Isso vai aumentar seu tempo de vida e vai fazer a vida de todos ao redor mais agradável.” [5]

6. As pessoas felizes usam o poder da música. Os pesquisadores descobriram que a música pode ser tão eficaz com a redução dos efeitos da ansiedade quanto a massoterapia. “Achegamo-nos mais ao Senhor por meio da música do que talvez por qualquer outra coisa exceto a oração.” [6]

7. As pessoas felizes se exercitam e tem uma dieta saudável. Uma dieta pobre pode contribuir para a depressão. Élder Adrián Ochoa, dos Setenta, ensinou: “A vida pode ser bem difícil, e às vezes podemos ter sentimentos de ansiedade, depressão ou falta de autoestima. Lembre, porém, que tanto para a saúde física quanto para a emocional os exercícios e o trabalho árduo ajudam a manter uma perspectiva positiva. Os cuidados com o corpo também abençoam sua mente e o ajudam a lembrar que é um filho de Deus e que pode ser confiante e feliz. Nossos lados emocional, físico e espiritual estão todos interligados.” [7]

8. As pessoas felizes reservam tempo para desconectar e sair. Períodos ininterruptos em frente a tela trazem depressão e ansiedade. Élder M. Russell Ballard advertiu: “Todos precisamos de tempo para fazer perguntas a nós mesmos ou para realizar uma entrevista pessoal com nós mesmos. Com frequência estamos tão atarefados e o mundo é tão ruidoso que nos é muito difícil ouvir as palavras celestiais: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus”. Os dispositivos móveis, como os smartphones, são uma bênção, mas também podem distrair-nos de modo que não nos permite ouvir a “voz mansa e delicada”. Esses dispositivos precisam nos servir, e não nos dominar.” [8]

9. As pessoas felizes dormem o suficiente. Quando as pessoas dormem pouco, elas estão destinadas a sentir a falta de clareza, mau humor e falta de bom senso. O Élder Jairo Mazzagardi, dos Setenta, disse: “Precisamos estar atentos, porque as pequenas escolhas como, por exemplo, dormir cedo e levantar cedo, trazem grandes consequências. Doutrina e Convênios 88:124 nos ensina: “Recolhei-vos cedo (…) para que vosso corpo e vossa mente sejam fortalecidos”. Aqueles que vão cedo para cama, levantam-se descansados, com o corpo e a mente revigorados e protegidos pelo Senhor, devido à obediência.” [9]

10. As pessoas felizes são espirituais. “O segredo é simples: ponha a sua confiança no Senhor, faça o melhor, e depois deixe o restante com Ele” [10]

 

 

__________

NOTAS

* “Ciência Surpreendente Por Trás de Pessoas Extremamente Felizes”, Contribuição de Ryan Morgenegg, da redação do Church News. O artigo que menciona os 10 hábitos se encontra aqui.

[1] “Verdadeiros Amigos“, A Liahona Julho de 2002

[2] Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Lorenzo Snow, Capítulo 19.

[3] “Serviço, uma qualidade divina“, Conferência Geral Abril de 2008.

[4] “Permanecer Leais e Fiéis“, Conferência Geral, Abril de 1996.

[5] “Aconteça o que acontecer, desfrute”, A Liahona Novembro de 2008

[6] Presidente J. Reuben Clark Jr., Conference Report, outubro de 1936, p. 111.

[7] “Seja forte, seja inteligente, seja saudável“, A Liahona, Outubro de 2013

[8] “Aquietai-vos, e Sabei que Eu Sou Deus“, Serão do SEI, 4 de maio de 2014

[9] “Evitar a Armadilha do Pecado“, A Liahona Novembro de 2010.

[10] Idem a nota 5

(Visited 2.454 times, 23 visits today)