A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem um documento chamado Regras de Fé e este artigo fala da segunda. Nos primórdios da Igreja, um editor de jornal chamado John Wentworth escreveu para o Profeta Joseph Smith perguntando sobre as crenças mórmons. Joseph respondeu com uma lista de treze doutrinas fundamentais que nós agora chamamos de Regras de Fé. Iremos explorar neste texto a aplicação, importância e aplicação da segunda regra de fé na vida dos membros da Igreja.

Regra de Fé nº 2: Cremos que os homens serão punidos por seus próprios pecados e não pela transgressão de Adão.

Responsabilidade Pessoal x Batismo de Recém-nascidos

Como membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, acreditamos na responsabilidade pessoal e não no pecado original. Embora a queda de Adão tenha nos trazido para esse mundo decaído, o Pai Celestial só nos responsabiliza por nossas próprias ações.

Essa ideia parecia um pouco radical na época de Joseph Smith. Naquela época, assim como hoje, muitas igrejas acreditam que a queda de Adão faz de todos nós pecadores desde o nascimento. Portanto, eles batizam os bebês logo após o nascimento para absolvê-los do pecado original. No entanto, aprendemos com a segunda Regra de Fé, e também com os profetas modernos, que só somos responsáveis por nossas próprias escolhas.

 Em um discurso da conferência geral em 2013, o Élder D. Todd Christofferson nos diz que a Expiação de Cristo perdoa a transgressão de Adão. Ele explica:

“A redenção do Salvador (…) expia a transgressão de Adão e a consequente Queda do homem, vencendo os assim chamados efeitos diretos da Queda: a morte física e a morte espiritual. A morte física é bem compreendida. A morte espiritual é a separação entre o homem e Deus. Nas palavras de Paulo: “Assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo” (I Coríntios 15:22). Essa redenção da morte física e da morte espiritual é universal e incondicional”.

O Afastamento

Pelo fato de a Expiação superar os efeitos da Queda de Adão, as crianças nascem inocentes. Nenhum de nós sempre faz escolhas perfeitas. Mas graças à Expiação podemos arrepender-nos de nossos erros e tornarmo-nos perfeitos em Cristo. Felizmente, nós não somos responsáveis pelas escolhas de ninguém, apenas as nossas.

Compartilhe conosco suas impressões e conhecimento sobre este assunto nos comentários abaixo.

Escrito por Michelle Knabe e traduzido por Luciana Fiallo.

Fonte: mormonhub.com

 

(Visited 222 times, 2 visits today)