A resposta de uma conversa aos ataques contra sua religião

O termo converso ou conversa se refere àqueles que se uniram à Igreja mórmon em algum momento de sua vida. O termo não se aplica àqueles que já nasceram em famílias SUD.

Uma de nossas professoras da Escola Dominical foi batizada na Igreja quando ela tinha 35 anos. Como o único membro da Igreja restaurada em sua família e vivendo num meio muito religioso, sua filiação à Igreja foi contestada muitas vezes, particularmente por familiares próximos.

Um dia seu irmão arrogantemente veio até ela e disse: “Se eu pudesse provar que o fundador de sua Igreja era um completo inútil, um sucateiro, etc … você deixaria sua igreja?”

Ela respondeu: “Bem, sim.”

Ele ficou muito animado e disse: “Bem, deixe-me dizer-lhe mais sobre esse Joseph Smith.”

Ela educadamente interrompeu-o e disse: “Não, você tem que me dizer sobre Jesus Cristo porque Ele é o fundador da minha Igreja.”

Seu irmão não sabia mais o que dizer. E esse foi o fim da discussão.

A resposta desta conversa ensina uma lição importante: Nós não somos responsáveis por explicar cada ação e escolha de todos os profetas que Deus já chamou – seja Joseph Smith, Moisés ou Thomas S. Monson.

Quando temos um testemunho de que Jesus Cristo fundou esta Igreja e ainda a lidera hoje, os erros que dizem ser de Seus servos – sejam parcialmente verídicos, completamente verdadeiros, exagerados ou totalmente falsos – tornam-se menos significativos para nós.

Um testemunho centrado em Cristo torna mais fácil aceitar um profeta humano, porque percebemos que a Igreja restaurada está enraizada não nas ilusões de um profeta perfeito, mas na confirmação pessoal que recebemos de que Jesus é o cabeça desta Igreja.

Britt e eu descobrimos que quando nosso testemunho está enraizado em Cristo, sempre seremos capazes de voltar a pergunta original: “Onde posso encontrar as palavras da vida eterna?” Com um testemunho de que Cristo vive, nós invariavelmente percebemos que em nenhum lugar aprendemos mais Dele e de Sua verdade do que na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias.

Onde mais poderíamos ir e encontrar templos, a autoridade do sacerdócio, a revelação moderna, etc. – tudo o que poderosamente nos ajuda a vir a Cristo, o Redentor?

Então, digam o que quiserem de Joseph Smith ou dos profetas antigos, porque Cristo está à frente desta Igreja.

E por causa disso, “nenhuma mão iníqua pode impedir o progresso da obra; perseguições podem levantar-se, turbas podem agrupar-se, exércitos podem reunir-se, a calúnia pode difamar, mas a verdade de Deus irá adiante com coragem, nobreza e independência até que tenha penetrado todo continente, visitado todo clima, varrido cada país e sido proclamada em cada ouvido, até que os propósitos de Deus sejam cumpridos e o Grande Jeová declare que a obra está concluída”.

Este artigo foi escrito por Dustin e Brittney no site happiness-seekers.com. Traduzido por Esdras Kutomi.

(Visited 498 times, 1 visits today)