Uma estátua em homenagem a John A. Widtsoe (1872-1952), membro do Quórum dos Doze Apóstolos, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, desde 1921 até à sua morte em 1952, foi inaugurada em Frøya, Noruega, a 17 de junho de 2017. No evento, estiveram presentes o Elder Paul V. Johnson, da Presidência da Área da Europa, e a sua esposa Jill. Os descendentes de John Widtsoe, mais de 100 convidados vindos dos EUA e notáveis funcionários do governo, líderes comunitários, escritores e académicos, encontravam-se entre os mais de 180 que se reuniram para homenagear John Widtsoe.

Ao realçar a importância da vida de John Widtsoe, o presidente Paul V. Johnson, da Presidência da Área da Europa, disse: “Ele foi um homem notável, um académico, um autor e um apóstolo amado da Igreja. Sentimo-nos honrados por participar desta comemoração”.

O evento foi organizado pela Sociedade Histórica de Frøya (Frøya historielag) em homenagem às contribuições feitas por John Widtsoe ao longo da sua vida. Gustav Witzøe, um descendente de John Widtsoe, foi o anfitrião do evento; ele é o cofundador e proprietário maioritário da SalMar ASA.

O evento de 3 dias teve início na sexta-feira, dia 16 de junho, com visitas turísticas e um passeio de barco pelos viveiros de salmão.

A inauguração da estátua decorreu no dia 17 de junho, ao meio dia, com o presidente da câmara Berit Flámo, dirigente de Froya. A estátua foi esculpida por Dennis Smith em parceria com a Main Street Gallery of Alpine, uma galeria em Utah. A estátua é um presente da Sociedade Histórica de Frøya para o Conselho Regional, na esperança desta ser um lembrete e uma motivação para a juventude, da importância de prosseguir nos estudos para além do ensino secundário. Um concerto comemorativo e um jantar no Hotel Frøya sucederam-se à cerimónia de inauguração.

No domingo, dia 18 de junho, foi realizada uma reunião no hotel Frøya, onde o presidente do Blue Center of Competence de Frøya, se encontrou com líderes da Universidade de Utah, da Universidade de Brigham Young e da Universidade do Estado de Utah para discutir a possibilidade de um programa de intercâmbio entre a Universidade Norueguesa de Ciências e Tecnologia e as universidades dos EUA, e um programa de bolsas John A. Widtsoe.

Berit Flåmo, o presidente da câmara de Frøya, disse: “Sentimos orgulho em ter a estátua de John A. Widtsoe aqui em Frøya e tenho esperança que a estátua seja uma inspiração para o povo de Frøya. Precisamos de novas pesquisas e desenvolvimento na área da aquacultura e a nossa esperança é que o exemplo académico de John A. Widtsoe inspire a juventude de Frøya a prosseguir estudos a nível superior”.

John A. Widtsoe saiu da Noruega, com a sua mãe viúva e o seu irmão, em 1883 e emigrou para Logan, Utah. Formou-se na Universidade de Brigham Young em 1891 e na Universidade de Harvard em 1894. Ele recebeu um Doutoramento da Universidade de Göttingen, Alemanha, e tornou-se numa autoridade internacional no ramo da química agrícola em climas severos. Ele também era uma autoridade reconhecida no ramo da irrigação e da agricultura seca. John Widtsoe era ativo academicamente, tendo sido o presidente da Utah Agricultural College de 1907 a 1916 e o presidente da Universidade de Utah de 1916 a 1921, ocasião em que foi chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos. Serviu como Presidente da Missão Europeia de 1926 a 1932. Ele foi um talentoso autor tanto de obras não religiosas como teológicas, e de duas autobiografias.

 

Este artigo foi originalmente publicado no site Sala de Imprensa

(Visited 345 times, 1 visits today)