As legislações de muitos estados nos Estados Unidos estão se debatendo com as decisões que precisam ser tomadas sobre o uso legal da maconha e também para o seu uso medicinal. Estes casos ganharam importância por causa dos resultados devastadores do uso de opioides, que poderiam ser substituídos pela maconha, se fosse legal usá-la medicinalmente. Outros estados que já legalizaram a maconha para uso recreativo veem-na como algo que causa menos danos do que o álcool.

A Igreja em Utah

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem influência em Utah em relação a tais leis. Mais de 60% da população de Utah é SUD, assim como muitos legisladores e, muitas vezes, o governador (que é o caso atualmente).

Recentemente, a Fox News 13 em Utah perguntou a um porta-voz da Igreja sobre a legalização da maconha em Utah e recebeu esta declaração:

“Os parlamentares de todo o país têm lutado com o dilema de legalizar o uso da maconha para fins medicinais ou não. Essa discussão levanta questões legítimas sobre os benefícios e riscos de legalizar uma droga que não passou por um processo rigoroso e bem estabelecido para provar sua eficácia e segurança.

Durante a sessão legislativa de 2017, uma lei foi aprovada que autorizando apropriadamente uma pesquisa adicional sobre os potenciais benefícios e riscos do uso da maconha. As dificuldades de tentar legalizar uma droga no âmbito estadual e ela continuar ilegal no âmbito federal não podem ser exageradas.

Nesse sentido, acreditamos que a sociedade será melhor servida, exigindo que a maconha passe por ainda mais pesquisas e por um processo de aprovação do FDA (uma agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) pelo qual todas as outras drogas devem passar antes de ser prescritas para os pacientes”.

Situação difícil

Utah terá uma votação em 2018 para a legalização da maconha medicinal. “Entre aqueles que apoiam a aprovação do uso da maconha medicinal estão várias pessoas com problemas médicos e defensores de pacientes. Eles afirmam que estão pressionando essa questão após anos de passividade por parte da Assembleia Legislativa do estado de Utah.

O ex-senador Mark Madsen, L-Saratoga Springs, disse na segunda-feira que os pacientes SUD são colocados em uma situação difícil quando se trata de Cannabis medicinal. Em alguns estados é legal, mas em Utah não é. ‘Se eu ficar aqui, não só corro o risco de ser um criminoso, mas minha situação perante a Igreja ficará incerta’, ele disse. ‘Vou poder ou não entrar no templo? Essas decisões, na minha opinião, são injustas com um membro da Igreja’” (Fox 13).

Em certas formas, a Cannabis medicinal não tem as substâncias que causam a dependência e que são inerentes a folha inteira da planta maconha, mas os testes têm sido muito limitados por causa da ilegalidade.

Escrito por Gale Boyd e traduzido por Luciana Fiallo

Fonte: www.mormonhub.com

 

(Visited 726 times, 1 visits today)