A Luz de Cristo sempre foi enigmática para mim, especialmente em termos de como ela difere do Espírito Santo. Estive estudando essas diferenças há algum tempo. Muitas perguntas foram respondidas, mas essas respostas geraram ainda mais perguntas. Dito isto, encontrei algumas declarações bastante definitivas sobre o que é  ou não é a Luz de Cristo. Vou compartilhar minhas descobertas neste artigo e tirar algumas conclusões no final.

A Luz de Cristo é como uma energia divina

A Luz de Cristo é a energia, poder ou influência divina que procede de Deus através de Cristo e dá vida e luz a todas as coisas.

OK, energia divina. Consegui. O que especialmente considero interessante aqui é que, embora seja chamada de Luz de Cristo, ele realmente “procede de Deus através de Cristo”. Então, para ilustrar metaforicamente o que isso pode parecer (embora, talvez eu esteja longe): Deus poderia ser comparado a um gerador, Cristo seria o transformador e nós (o universo e tudo nele) seria a lâmpada. Finalmente, a Luz de Cristo seria a eletricidade.

Mas ainda é muito mais do que isso.

A Luz de Cristo como sua consciência

“À medida que o sol dá vida e luz à Terra, uma luz espiritual dá alimento aos nossos espíritos. Chamamos isso de Luz de Cristo. As escrituras nos ensinam que “ilumina todo homem que vem ao mundo”. Assim, toda a humanidade pode curtir suas bênçãos. A Luz de Cristo é a influência divina que permite a cada homem, mulher e criança distinguir entre o bem e o mal. Encoraja todos a escolher o certo, buscar a verdade eterna e aprender novamente as verdades que conhecemos na nossa existência pré-mortal, mas nos esquecemos na mortalidade”.

O Élder Wirthlin destaca aqui que a Luz de Cristo permite que as pessoas possam distinguir entre o bem e o mal. Observe que ele não usa a palavra escolha, mas sim distinção. O poder de escolher entre o bem e o mal é essa coisa de escolher (mais sobre isso mais tarde). O que o Élder Wirthlin parece estar falando é mais como a própria consciência. Na verdade, as escrituras modernas apoiam esse pensamento:

“Pois eis que o Espírito de Cristo é concedido a todos os homens, para que eles possam distinguir o bem do mal; portanto, vos mostro o modo de julgar; pois tudo o que impele à prática do bem e persuade a crer em Cristo é enviado pelo poder e dom de Cristo; por conseguinte podeis saber, com um conhecimento perfeito, que é de Deus.

Mas tudo que persuade o homem a praticar o mal e a não crer em Cristo e a negá-lo e a não servir a Deus, podeis saber, com conhecimento perfeito, que é do diabo; porque é desta forma que o diabo age, pois não persuade quem quer que seja a fazer o bem; não, ninguém; tampouco o fazem seus anjos; nem o fazem os que a ele se sujeitam”.

(Morôni 7:16,17)

Assim, a Luz de Cristo é a energia divina de Deus que nos dá vida, consciência e nos permite distinguir entre o bem e o mal. Mas espere, há mais…

A Luz de Cristo é visível?

Dê uma olhada neste clipe / citação dos Padrões de Luz do Élder David A. Bednar, Parte Um

(É possível acionar legendas em Português para o vídeo)

Ao nos rendermos a essa influência para fazer o bem e tornar-nos bons, a luz de Cristo aumenta dentro de nós. À medida que desobedecemos, a luz diminui e, em última instância, pode diminuir.

Uau. Está bem. Portanto, a Luz de Cristo é algo que pode aumentar e diminuir. Podemos obter mais ou perder. De acordo com Harold B. Lee, a luz nunca desaparece completamente (a menos que realmente estraguemos), e Satanás faz o melhor para escondê-la de nós:

Essa luz nunca desaparece inteiramente…[falando da Luz de Cristo] a menos que cometamos o pecado imperdoável. Seu brilho pode ser tão fraco que dificilmente podemos percebê-lo, mas está lá para que possamos ventilar uma chama que queimará mais brilhante com compreensão e conhecimento.

[Nota: é reconfortante saber que, embora o Espírito do Senhor não lute com o homem, a suave cintilação da Luz de Cristo sempre estará lá – mesmo durante algo tão devastador quanto a Grande Apostasia.]

O Presidente Joseph Fielding Smith acrescenta:

“Este outro Espírito é impessoal e não tem tamanho, nem dimensões. Ele procede da presença do Pai e do Filho e está em todas as coisas. Devemos falar do Espírito Santo como um personagem como “ele” e este outro Espírito como “ele”, embora, quando falarmos sobre o poder ou o dom do Espírito Santo, possamos dizer “isso” adequadamente.”

O Élder Bruce R. McConkie acrescenta mais:

“Há um espírito – o Espírito do Senhor, o Espírito de Cristo, a luz da verdade, a luz de Cristo – que desafia qualquer descrição e está além da compreensão mortal. Está em nós e em todas as coisas, está em torno de nós e em torno de todas as coisas. Ele enche a terra, os céus e o universo. Está em toda parte, em toda imensidão, sem exceção. É um espírito permanente, imanente, sempre presente, nunca ausente. Não tem forma nem personalidade. Não é uma entidade nem uma pessoa e nem um personagem. Não tem arbítrio, não age de forma independente, e não existe para agir, mas para ser atuado”.

Saber que isso desafia a compreensão mortal me faz sentir melhor em não entender melhor, mas com certeza gostaria de poder. O Élder McConkie continua dizendo sobre que é  a Luz de Cristo:

“É a organização do poder de Deus. É o meio e o caminho pelo qual Ele compreende todas as coisas, de modo que todas as coisas estão diante dele, e todas as coisas estão ao redor dele. É o caminho pelo qual ele está acima de todas as coisas e, em todas as coisas, e é através de todas as coisas, e é todo sobre tudo.”

O Élder McConkie já nos disse que a Luz de Cristo não tem nenhum arbítrio para agir por si. Portanto, o uso da palavra arbítrio nesta citação provavelmente deve ser definido como uma “coisa através da qual o poder é exercido ou um fim é alcançado”. Mas eu divago.

Então, sabemos que a Luz de Cristo não tem forma, dimensões, tamanho, etc., mas, a Luz de Cristo é visível para o olho humano? Bem, se isso literalmente dá “luz e vida” ao universo, então qualquer forma de luz que vemos pode ser atribuída a uma manifestação da Luz de Cristo.

Mas e quanto a esse brilho mórmon que todos falam? Às vezes, você pode olhar para o rosto de um transeunte e você sabe que a pessoa está vivendo retamente, correto? Essa é a Luz de Cristo que você está vendo?

Não há uma resposta científica definitiva (embora, pessoalmente, eu digo sim), mas há algumas pesquisas interessantes que vale a pena levarmos em consideração. Confira este artigo (em inglês) ou este artigo (em inglês), que citam pesquisas dizendo que algo sobre a textura da pele Mórmon torna-os mais reconhecidos em uma multidão. O pesquisador atribui isso aos benefícios para a saúde de viver a Palavra de Sabedoria, mas poderia ser mais do que isso?

Além disso, este artigo cita pesquisas afirmando que o corpo humano literalmente emite luz, o que é bastante legal. O autor faz um argumento forte sobre como isso pode se relacionar com a Luz de Cristo.

Como a Luz de Cristo é diferente do Espírito Santo?

O Élder Wirthlin nos lembra que, ao contrário da Luz de Cristo, “o Espírito Santo é um personagem do Espírito, um membro distinto da Divindade. Ele é testemunha do poder de Deus, da divindade de Cristo e da veracidade do evangelho restaurado”.

De acordo com este discurso do presidente Boyd K. Packer de 2005, a Luz de Cristo está sempre presente e disponível, até certo ponto, para qualquer um no planeta. O Espírito Santo pode visitar qualquer um, mas o dom do Espírito Santo está disponível apenas para aqueles que se qualificam através da obediência às leis e ordenanças do evangelho.

De fato, o Élder Wirthlin diz que a influência da Luz de Cristo é “preliminar e preparatória para o recebimento do Espírito Santo”. Mas os dois também trabalham lado a lado, como diz o Élder McConkie:

“O Espírito de Cristo ou Luz de Cristo é o meio através do qual o Espírito Santo opera.”

  • Aqui está o que sabemos sobre a Luz de Cristo:

A Luz de Cristo é poder divino ou energia.

Ela vem de Deus, através de Cristo.

Está em toda parte e em tudo, embora a quantidade varie.

A consciência é uma manifestação da Luz de Cristo.

Não tem nenhuma forma ou personalidade por si só.

A Luz de Cristo permite que Deus seja onisciente e onipresente.

Permite que todos na terra possam distinguir entre o bem eo mal.

O Espírito Santo usa-o como uma ferramenta.

Ele nutre nossos espíritos.

  • Veja como isso difere do Espírito Santo:

O Espírito Santo é um personagem de espírito.

O Espírito Santo não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

O acesso ao Espírito Santo é constante de acordo com a sua obediência, ao contrário da Luz de Cristo que está disponível para todos em todos os momentos.

O Espírito Santo tem livre arbítrio.

Mais perguntas

Ainda não conheço a história de origem da Luz de Cristo. Eu não sei do que é feita ou como exatamente o Espírito Santo a usa. Ainda há muito para aprender sobre esse assunto “incompreensível”, mas sabemos disso:

Todo mundo tem acesso à Luz de Cristo. Independentemente da sua cor da pele, nacionalidade, religião, orientação sexual ou política, Deus tem misericordiosamente dado a cada um de seus filhos essa ferramenta inestimável. Ele deve levar seus filhos de volta a Ele, e isso é muito legal.

Este artigo foi traduzido do inglês: MormonHub

Saiba mais:

Luz: “Quando Me Senti Desprezível, Deus Demonstrou Amor por Mim”

(Visited 751 times, 1 visits today)