O missionário retornado Joshua Holt e sua esposa, Thamara, foram presos recentemente após voltar de sua lua de mel na Venezuela, sob suspeita de serem espiões americanos.

Logo após Joshua Holt voltar de sua missão no estado de Washington em janeiro de 2016, conheceu Thamara Belen Caleño através do LDS.org, segundo relato do Idaho State Journal. Entretanto, Thamara vivia na Venezuela, os dois tiveram um significante relacionamento de longa distância e decidiram se encontrar na República Dominicana.

O casal se apaixonou rapidamente e em 11 de junho, Holt voo para Venezuela e eles se casaram em 16 de junho. Depois da lua de mel em uma ilha da Venezuela, Joshua e Thamara Holt voltaram para o apartamento de Thamara na Cidade Caribia, onde suas duas filhas de 7 e 5 anos estavam aguardando.

Enquanto o casal esperava o visto de Thamara para conseguir se mudar para os Estados Unidos, a polícia Venezuelana invadiu o apartamento do casal depois de Joshua Holt supostamente entrou no apartamento quando os oficiais tentaram falar com ele. A Policia alega ter encontrado uma granada de mão e uma AK-47 (fuzil de guerra) e prendeu o casal suspeito de ser espiões americanos.

DEPOIMENTO DA MÃE

“Se você conhecesse Josh, saberia que definitivamente ele não faria isso” disse Laurie Holt, mãe de Joshua para o Idaho State Journal. Ela ainda disse que eles terem armas tão poderosas é absolutamente ridículo, sendo que Thamara odeia armas.

A família Holt entrou em contato com a embaixada Americana na Venezuela e estão trabalhando para libertar Joshua e Thamara. Apesar de tudo, eles relataram estar bem e seguros, mesmo em circunstâncias tão difíceis.

Artigo publicado em LDS Living e traduzido e adaptado para português por Viccenzo Benatti

(Visited 4.218 times, 1 visits today)