O mundo é caótico. Todos os dias acordamos e ficamos sabendo de outra tragédia. Não podemos entrar no Facebook por 30 segundos sem passar por uma imagem comovente ou com um status irritado. Queremos ajudar, consertar os problemas e acabar com a violência. Mas também queremos ser felizes e preservar nossa sanidade. Essas coisas muitas vezes parecem estar em desacordo umas com as outras. É possível enfrentar essas atrocidades e desastres, ajudar a aliviar o sofrimento e ainda continuar com uma atitude positiva?

Nesta última Conferência Geral, as Autoridades Gerais trataram disso e nos deram alguns conselhos sábios e enviados pelos céus para “Focar no Salvador”.

aproveitar a conferência ao máximo

Fazendo um inventário pessoal

Eu gostaria de pensar se  já me concentro no Salvador. No entanto, eu me fiz algumas perguntas – e incentivo você a se perguntar algumas coisas para avaliar onde você está atualmente.

“O que está recebendo a maior parte da minha energia?”

“O que ou quem ocupa mais espaço em minha mente?”

“Como estou usando meu tempo?”

Após a avaliação, percebi que o Salvador não estava no topo da lista para nenhuma dessas perguntas. Eu tento ser bom, prestativo, gentil e cristão, ajudando os outros. Mas, estou confiando em Sua força para fazer isso? Você está?

O Presidente Uchtdorf ofereceu esta lembrança do motivo pelo qual o Salvador deveria ser o foco de nossas vidas: “Primeiro, sua vida será melhor. Segundo, Deus vai usar você para melhorar a vida dos outros.”

Ajudar os outros é a obra de Cristo. Nós precisamos Dele. Se quisermos ser eficazes e esperançosos, precisamos trabalhar em Seu poder e por meio de Sua ajuda.

sem celular

Conectando

Então o que nós podemos fazer? Como podemos ter acesso a Sua paz e o Seu poder? Primeiro, não tenha medo de se desconectar da mídia por um tempo e de se concentrar. O Élder Bednar nos ensinou que “um dos grandes desafios que cada um de nós enfrenta todos os dias é não permitir que as preocupações desse mundo dominem tanto nosso tempo e nossa energia que negligenciamos as coisas eternas que mais importam”.

Quando Ele for o primeiro, teremos a energia para enfrentar as provações da vida e ajudar os outros de forma mais eficaz, aprofundando nossa própria fé e sentimentos de esperança. Todos os dias, antes de ligar nossos telefones e nossos tablets, antes de enfrentarmos qualquer tragédia que possamos aprender a nos conectar ao poder de Cristo.

Conecte-se por…

1)   Oraçaõ. Ore por conforto, paz, caridade, esperança e orientação do Espírito. Expresse gratidão pela beleza e bondade do mundo.

2)   Leitura. Leia as palavras dos profetas vivos e dos antigos. Leia as palavras do nosso Salvador. Olhe para a Sua vida inspiradora. O Élder Pingree falou sobre isso durante a Conferência: “ao seguirmos o exemplo de Cristo e nos entregarmos a Deus, Ele também nos usará para promover Seu trabalho e abençoar outros”.

O Presidente Nelson nos implorou para aumentarmos nosso estudo do Livro de Mórmon, porque as verdades encontradas lá podem fornecer “o poder de curar, consolar, restaurar, socorrer, fortalecer, consolar e alegrar nossas almas”.

Encontrando a paz

Eu tenho um testemunho de que, ao fazermos essas coisas, podemos ter paz.

As tempestades do adversário continuarão furiosas. A calma encontrada na luz do Salvador está sempre disponível. A irmã Jean B. Bingham testificou de como o Salvador é aquele que traz essa alegria. “A alegria duradoura é encontrada ao se concentrar em nosso Salvador Jesus Cristo, e em viver o evangelho conforme demonstrado e ensinado por Ele. Quanto mais aprendemos, mais temos fé e imitamos a Jesus Cristo, mais compreendemos que Ele é a fonte de toda cura, paz e progresso eterno.”

Concentre-se em Cristo. Ao fazê-lo, você pode ser um pilar de atitude positiva e luz para os que estão na escuridão, mesmo durante os tempos mais escuros.

Fonte: MillennialMormon

Relacionado:

7 razões para não se preocupar por estar solteiro aos vinte e poucos