Quase um século e meio depois de originalmente planejado, construído e dedicado pelos pioneiros do século XIX, o renovado Tabernáculo de St. George foi rededicado no dia 28 de agosto. Lá estavam alguns dos “filhos nativos” da cidade que retornaram para partilhar memórias, marcar presença e orar.

Dois desses “filhos”, o Élder Jeffrey R. Holland e o Élder Steven E. Snow, historiador e Setenta Autoridade Geral da Igreja, recordaram experiências pessoais que tiveram no edifício e relembraram quando participaram da abertura de terra do Tabernáculo, que fica no centro da cidade. Marco religioso e ponto de referência na cidade desde o início da construção em 1863 e da dedicação em 1876, o Tabernáculo sediou reuniões e atividades bem antes de estar completamente acabado.

tabernáculo de st. george

Nick Adams, para Deseret News: Os participantes entrando no Tabernáculo de St. George no sábado, 28 de julho de 2018, antes da rededicação do edifício em Utah. O edifício, de 147 anos, foi fechado para uma reforma de dois anos.

Tanto o Élder Holland quanto o Élder Snow usaram a palavra “tesouro” para descrever o Tabernáculo.

“Este é um tesouro para nós, em parte por causa de quase 150 anos de significado, lembranças e sacrifício”, disse o Élder Holland, que ofereceu a oração dedicatória no sábado.

O Élder Snow expressou agradecimentos sobre a “consciência histórica” da Igreja e de seus membros para com a preservação de edifícios, como o Tabernáculo de St. George.

“Eles rapidamente podem ser degradados e cair em desuso, mas são preservados ao longo dos anos. Este não se tornou um tabernáculo apenas para os santos, mas um centro para a comunidade”, ele disse.

Os dois falaram — bem como o bispo Dean M. Davies, primeiro Conselheiro no Bispado Presidente — durante a reunião de 90 minutos que aconteceu com ar condicionado, deixando os presentes em um clima bem diferente do forte calor que fazia do lado de fora. A congregação de 1.000 pessoas, que estava sentada no andar principal, no mezanino e nas bancadas, viu e ouviu sobre o benefício e as melhorias de século XX, tais como luz elétrica, ar-condicionado e sistema de som.

Tanto o Élder Holland e o Élder Snow falaram de suas lembranças no prédio. Para o Élder Holland, o Tabernáculo foi a capela da ala e a sede da estaca até os 20 anos de idade. Ele começou a frequentá-la quando era bebê. Foi lá que ele recebeu um nome e uma bênção, depois frequentou as aulas da Escola Dominical e da Primária. Fez a entrevista para receber o Sacerdócio Aarônico, serviu o sacramento como novo diácono, cantou em um dueto com um amigo na conferência da estaca e depois participou de jogos quando estava no ensino médio.

O Bispo Davies reconheceu as bênçãos e o benefício que o edifício foi a várias gerações.

“Este Tabernáculo é de fato um ícone espiritual na Igreja. Imagens maravilhosas da nossa fé, adoração e devoção ao nosso Deus”, ele disse, também ressaltando o papel dos edifícios na comunidade como lugares de refúgio.

O Élder Snow admitiu escorregar pelos corrimões e esculpir as iniciais em uma das mesas do Tabernáculo quando era adolescente. Ele viu as mesas novamente quando elas foram transferidas para outra estaca onde ele estava após ter servido missão de tempo integral.

tabernáculo de st. george

Nick Adams, para Deseret News: A congregação ouvindo o Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, em 28 de julho de 2018, no Tabernáculo de St. George, em St. George, Utah. O edifício de 147 anos foi rededicado após uma reforma de dois anos.

O Élder Holland disse que quando a Igreja dedica um edifício ou, neste caso, rededica, vários objetivos estão envolvidos, inclusive expressar gratidão ao Senhor, bem como reconhecer a estrutura física e pedir proteção adequada para o uso do edifício. Além disso, uma dedicação ou rededicação é um momento para que os Santos façam o mesmo em sua vida, acrescentou.

“Tornamos o edifício sagrado e damos significado a ele pelo modo de vida que vivemos, pelas coisas que acontecem nele e por nós”, disse ele. “Não é insignificante agradecer e dedicar as janelas e as paredes, mas a verdadeira dedicação está em como viveremos.”

Originalmente com planos para trocar o telhado, o Tabernáculo de St. George foi fechado por dois anos para reforço sísmico, bem como uma reforma e remodelações das características externas e internas.

Foi realizado um período de visitação pública de quatro dias que resultou em 3.600 visitantes. O Tabernáculo voltará a ser um local histórico para passeios pela cidade e próximo ao Centro de Visitantes do Templo de St. George.

Fonte: DeseretNews

Relacionado:

25 Curiosidades Sobre o Tabernáculo na Praça do Templo