Alguns dos meus amigos que entraram para a Igreja um pouco mais velhos recentemente expressaram frustração com os estilos de garment.

Laura Marino entrou para a Igreja 10 anos atrás e agora está selada a seu marido e seus seis filhos. Embora ela ame o garment do templo e acredite no que ele representa, ela tem dificuldades relacionadas a estilo, ajuste e a questões de higiene que resultam em alguns estilos de garment.

A família Marino

Antes de Laura ser batizada, ninguém a ensinou sobre o garment.

“Os missionários nunca me falaram sobre o garment. Recebi as lições e fui batizada após 3 meses. Antes de ir ao templo, Fiquei chocada, para dizer o mínimo, quando eu aprendi sobre o garment.”

Laura ainda tem seu foco estabelecido no templo como recém-conversa. No entanto, ela também acredita que “é um assunto sobre o qual precisa ser falado mais. Os conversos devem ser preparados para este passo muito antes de tomá-lo”, disse Laura.

Desde que recebeu sua investidura, Laura passou por algumas frustrações com o garment propriamente dito. O estilo que ela usou pela primeira vez tinham cintura alta, que eram desconfortáveis para ela. O estilo também tornava difícil encontrar o par que desse certo. Mesmo quando ela encontrou peças com cintura baixa, era quase impossível usar roupas que caíssem bem durante o verão de San Diego. Mas o verdadeiro problema que ela encontrou com o garment, foi o desconforto intenso que ela sentia na parte de baixo.

“Apesar de tudo o que foi dito, amo usar os garments. Amo o simbolismo e as bênçãos que vêm por usá-los. Eles são fantásticos para dormir e sempre durmo com eles. São muito sagrado e apesar de quaisquer frustrações que eu tenho, eu os uso e me esforço ao máximo para ser obediente. Receber a investidura vale mais do que qualquer desconforto. Ir ao templo e ser selada ao meu marido e meus 6 filhos é a maior bênção de todas, e não trocaria isso por nada. Só queria que o design dos garments fosse um pouco melhor e levassem em consideração a cintura e os cuidados necessários com a higiene pessoal feminina.”

O novo estilo de garment

Felizmente, Laura — e todos os que tinham frustrações com o garment no passado — têm tanto a chance de ser obedientes e se sentirem confortáveis.

Em 24 de janeiro de 2018, a Igreja anunciou novos estilos de vestuário para homens e mulheres.

Aqui estão algumas das características dos novos garments:

  • 95% algodão e 5% elastano
    • Significa que o garment é macio e respirável
  • Malha de stretch poliéster
    • Para permitir o fluxo de ar necessário
  • Nova manga
    • Eliminando tecido desnecessário
  • Etiquetas impressas
    • Substituindo as etiquetas costuradas que dão coceira

Estilos de garment que serão descontinuados

Para abrir caminho para novos estilos de garment, alguns estilos mais velhos estão sendo descontinuados. Os estilos feminino descontinuados incluem o Dri Lux superior e inferior, e o DriSilque de peça única.

Os estilos masculinos de garment que serão descontinuados incluem a parte de baixo de cotton-poly longa, o estilo de cotton-poly com zíper na Frente e de peça única, o de nylon peça única e o Corban de peça única (estatura alta).

No entanto, o site de da LDS store inclui sugestões para os estilos de garment semelhante que ainda podem ser comprados.

A Igreja tem também respondeu algumas perguntas frequentes no site da loja.

A resposta de Laura Marino

Assim que ela ouviu sobre os novos estilos de vestuário, ela comprou-os dentro de uma semana.

Laura Marino diz: “Acabei de ver isso no site da Igreja! Vou comprar alguns esta semana.” É evidente que a Igreja está levando às necessidades das mulheres e dos homens em consideração ao projetar novos garments. Ainda pode haver frustrações e desconforto com os garments, mas como disse Laura Marino, “Receber a investidura vale mais do que qualquer desconforto”.

Fonte: Mormonhub.com.

Relacionado:

Igreja oferece novo modelo de garment para mulheres