Há esse pensamento sobre Satanás que há muito tempo está em na minha cabeça. É um conceito bastante simples, mas que, por qualquer motivo, muitas vezes permanece nas sombras de nossas mentes, dando muito mais vantagem ao adversário.

Ele incomoda a todos nós, e nenhum de nós supera suas tentações cem por cento do tempo. Mas de vez em quando nós pegamos Satanás em flagrante. Reconhecemos o potencial para o pecado e imediatamente evitamos. Esses são ótimos momentos.

No entanto, Satanás e seus amigos não são do tipo que apenas viram a cabeça e se afastam.

O que Satanás faz quando ele não consegue fazer você pecar?

Você já leu essa escritura dezenas de vezes, mas leia novamente:

“Pois eis que nesse dia ele se enfurecerá no coração dos filhos dos homens e incitá-los-á a irarem-se contra o que é bom. E a outros pacificará e acalentará com segurança carnal, de modo que dirão: Tudo vai bem em Sião; sim, Sião prospera. Tudo vai bem — e assim o diabo engana suas almas e os conduz cuidadosamente ao inferno”. (2 Néfi 28:20-21)

A partir desses versículos, aprendemos que Satanás terá algum sucesso convencendo as pessoas a se rebelarem “contra o que é bom”. Mas se isso não funcionar, ele tentará a tática que está no próximo versículo: Complacência.

No final do dia, Satanás não precisa nos convencer de nos rebelar abertamente contra Deus, ele está perfeitamente contente em nos fazer ignorá-Lo, sendo apáticos com Ele e nossas circunstâncias. Se ele não pode nos fazer pecar, pelo menos ele pode nos fazer estagnar. Se ele não pode nos transformar em um pecador, ele fará o possível para nos transformar em pessoas estagnadas.

Falando em sentinelas, parece que Deus estava plenamente consciente de que esta seria uma das táticas do inimigo. Aqui está o que ele diz em Apocalipse:

“Eu conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno, e nem és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca”. (Apocalipse 3:15-16)

A vida é um impulso ascendente, mas colocar o carro em ponto morto é a mesma coisa de colocá-lo em marcha ré.

Se você não pode fazer um soldado mudar de lado, convencê-lo a soltar sua arma e sentare-se com as pernas cruzadas na sujeira é uma alternativa fantasticamente eficaz.

No Livro de Mórmon, quando um exército não pode dominar uma cidade inimiga, uma estratégia é cercá-los, acabar com seus recursos e esperar até que se desmoronem por dentro. Satanás parece fazer o mesmo. Se ele não pode nos incitar a rebelião, ele tentará nos cercar, nos cortar das escrituras, oração, Igreja, amor, compaixão, sentimento, honestidade, caridade, etc. “E assim o diabo engana suas almas e os conduz cuidadosamente ao inferno”.

Este é o grande engano. Satanás nos leva a substituir o pecado pela imobilidade espiritual, que é o próprio tipo de pecado por completo. O grande mandamento é claro:

“Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento”.

Não há espaço para a apatia. A indiferença em relação a Deus é a desobediência a Deus.

Com o que a estagnação se parece?

Quando você e eu começamos a cair em rotinas entorpecedoras ao viver o evangelho de forma superficial, isso é uma maneira de começar a estagnação espiritual.

Quando começamos a esquecer nossas orações matutinas e noturnas, quando a leitura das escrituras torna-se cada vez menos frequente, isso é um sintoma de estagnação.

Também vem na forma de pecados de omissão, que são “as ações atenciosas e ações de cuidado que devemos fazer, mas não fazemos. Então nos sentimos culpados por não as ter feito”.

A estagnação sempre usa a máscara perigosa de complacência.

A estagnação pode ser extremamente tentadora porque acontece dentro do domínio das nossas zonas de conforto. Não demora muito e não dá trabalho. É a antítese de estar “ansiosamente envolvidos em uma boa causa”, e se nos deixarmos afundar na armadilha de Satanás por muito tempo, rapidamente acabamos completamente submersos em sentimentos passados.

Continue em movimento

Um dos meus filmes favoritos é a Guerra Mundial Z. Em um ponto, Gerry Lane e sua família são bem-vindos no apartamento de outra família enquanto eles se refugiam temporariamente do apocalipse zumbi acontecendo lá fora. Gerry explica à família anfitriã que eles não podem simplesmente ficar em seu apartamento e esperar sobreviver. “Movimiento es vida”, ele diz: “O movimento é vida”.

A família anfitriã fica atrasada e se junta rapidamente às fileiras de zumbis apodrecidos (exceto o filho jovem, que escapa). A família Lane continua em movimento e sobrevive. Movimiento es vida.

O mesmo princípio se aplica à água. A vida prospera em água em movimento. A água estagnada cria bactérias e torna-se rapidamente tóxica. A água corrente é muito mais limpa e segura de beber. Talvez seja por isso que Cristo é tão frequentemente comparado a uma corrente de água viva.

Para garantir a sobrevivência espiritual, devemos nos manter em movimento.

Continue lendo as escrituras diariamente. Orando com frequência. Não dê ao seu testemunho uma chance de decair. Uma praga zumbi ou uma infecção bacteriana pode ser preferível ao que Satanás quer nos transformar.

Faremos bem ao nos voltar para si e avaliar nossas vidas. Satanás está conseguindo incitar nossa ira, ou ele mudou-se para táticas mais sutis? Estamos nos tornando espiritualmente estagnados? É difícil mudar, arrepender-se, mas vale a pena. Em nome de nós mesmos, de nossas famílias e da nossa felicidade, que possamos dar tudo o que temos.

Traduzido do Inglês: MormonHub

Relacionado:

Quando Satanás diz que você não é bonita