A linguagem universal está rapidamente se tornando um monte de carinhas com pisadelas e polegares para cima. Sendo assim, achamos que seria divertido para fornecer ao mundo uma tradução das escrituras para o Emoji. Vamos começar com uma de nossas histórias favorita: o sonho de Leí. Ele está relatado em 1 Néfi 8.

Divirta-se com a versão em Emoji!

Em meu sonho julguei ver um deserto escuro e triste.

E aconteceu que vi um homem e ele estava vestido com um manto branco; e ele pôs-se na minha frente.

E aconteceu que me falou e ordenou-me que o seguisse.

E aconteceu que enquanto o seguia, vi que eu estava num escuro e triste deserto.

E depois de haver caminhado pelo espaço de muitas horas na escuridão, comecei a orar ao Senhor para que tivesse compaixão de mim segundo sua terna e infinita misericórdia.

E aconteceu que depois de orar ao Senhor, vi um campo largo e espaçoso.

E aconteceu que vi uma árvore cujo fruto era desejável para fazer uma pessoa feliz.

E aconteceu que me aproximei e comi de seu fruto; e vi que era o mais doce de todos os que já havia provado. Sim, e vi que o fruto era branco, excedendo toda brancura que eu já vira.

E enquanto eu comia do fruto, ele encheu-me a alma de imensa alegria; portanto comecei a desejar que dele também comesse minha família; porque sabia que era mais desejável que qualquer outro fruto.

E ao olhar em redor para ver se acaso descobriria também minha família, vi um rio de água; e ele passava perto da árvore cujo fruto eu estava comendo.

E olhei para ver de onde vinha; e vi que sua nascente estava próxima; e junto a ela estavam vossa mãe, Saria, Sam e Néfi; eles permaneciam ali, como se não soubessem para onde ir.

E aconteceu que eu lhes acenei e também lhes disse, em alta voz, que fossem ter comigo e comessem do fruto, que era mais desejável que qualquer outro fruto.

E aconteceu que indo eles ter comigo, comeram também do fruto.

E aconteceu que eu desejava que Lamã e Lemuel também comessem do fruto; portanto olhei em direção à nascente do rio, a fim de ver se acaso os encontraria.

E aconteceu que eu os vi, mas eles não quiseram ir ter comigo e comer do fruto.

E vi uma barra de ferro que se estendia pela barranca do rio e ia até a árvore onde eu estava.

E vi também um caminho estreito e apertado, que acompanhava a barra de ferro até a árvore onde eu estava; e passava também pela nascente do rio, indo até um campo grande e espaçoso que parecia um mundo.

E vi inumeráveis multidões de pessoas, muitas delas se empurrando para alcançar o caminho que conduzia à árvore junto à qual eu me achava. E aconteceu que elas começaram a andar pelo caminho que conduzia à árvore.

E aconteceu que se levantou uma névoa de escuridão, sim, uma névoa de escuridão tão densa que os que haviam iniciado o caminho se extraviaram dele e, sem rumo, perderam-se.

E aconteceu que vi outros avançando com esforço; e chegaram e conseguiram segurar a extremidade da barra de ferro; e empurraram-se através da névoa de escuridão, apegados à barra de ferro, até que chegaram e comeram do fruto da árvore.

E depois de haverem comido do fruto da árvore, olharam em redor como se estivessem envergonhados.

E eu também olhei em redor e vi, na outra margem do rio de água, um grande e espaçoso edifício; e ele parecia estar no ar, bem acima da terra.

E estava cheio de gente, tanto velhos como jovens, tanto homens como mulheres; e suas vestimentas eram muito finas; e sua atitude era de escárnio e apontavam o dedo para aqueles que haviam chegado e comiam do fruto.

E os que haviam experimentado do fruto ficaram envergonhados, por causa dos que zombavam deles, e desviaram-se por caminhos proibidos e perderam-se.

E agora eu, Néfi, não menciono todas as palavras de meu pai. Para escrever sucintamente, porém, eis que viu ele outras multidões que avançavam com esforço; e chegavam e agarravam-se à extremidade da barra de ferro; e avançavam, continuamente agarradas à barra de ferro, até que chegaram; e prostraram-se e comeram do fruto da árvore.

E também viu outras multidões tateando em direção àquele grande e espaçoso edifício.

E aconteceu que muitos se afogaram nas profundezas do rio; e muitos outros desapareceram de sua vista, vagando por caminhos desconhecidos.

E grande era a multidão que entrou naquele estranho edifício. E depois de haverem entrado no edifício, apontavam-me com o dedo, zombando de mim e dos que também comiam do fruto; nós, porém, não lhes demos atenção.

Estas são as palavras de meu pai:  Todos os que deram atenção a eles se haviam perdido.

E Lamã e Lemuel não comeram do fruto, disse meu pai.

Fim

Esclarecimentos

Fiquem tranquilos porque este é apenas um primeiro rascunho da tradução para o Emoji. Apreciamos qualquer comentário dos adolescentes que forem fluentes em Emoji.

Escrito por David Snell e publicado originalmente no site Mormonhub.com.

Relacionado:

7 Pinturas Famosas do Livro de Mórmon, mas Sem Esteroides