Nomeada pelo Senhor como ‘uma mulher eleita’ e conhecida por ser a primeira presidente geral da Sociedade de Socorro, Emma Hale Smith, esposa do Profeta Joseph Smith, viveu uma vida de sacrifício e serviço.

Em sua vida de trabalho, ela compilou o primeiro hinário, ajudou na tradução do Livro de Mórmon e apoiou seu marido Joseph Smith Jr. em seu chamado como profeta.

Emma Smith desempenhou um papel importante na Restauração do Evangelho e hoje, mais de dois séculos após seu nascimento, no dia 10 de julho de 1804, os membros da Igreja ainda podem aprender com o exemplo dela.

O Church News perguntou aos historiadores da Igreja: “O que os membros da Igreja deveriam saber sobre Emma Hale Smith?”

Veja o que eles disseram:

Jenny Reeder, especialista em história das mulheres do século XIX para o Departamento de História da Igreja, disse:

“Em 1830, o Senhor disse a Emma Smith em Doutrina e Convênios 25 que ela era ‘uma mulher eleita’ encarregada de expor as escrituras e exortar a igreja. Ela ajudou seu marido, o Profeta, de várias maneiras: ela ajudou a escrever a tradução do Livro de Mórmon; ela preparou missionários para o serviço; ela abriu sua casa para os doentes, os órfãos e outros visitantes; ela escolheu hinos para o primeiro hinário da Igreja; e ela foi a primeira presidente da Sociedade de Socorro. Emma foi a primeira mulher a fazer os convênios do templo e ajudou outras mulheres a fazer o mesmo. ”

Kate Holbrook, historiadora de gestão da História da Mulher para a Igreja, disse:

“Uma parte do legado de Emma Smith que é importante para mim é a frequência com que ela estava disposta a cuidar de outras pessoas mesmo quando ela estava passando necessidades, sem lar, com uma marido na prisão. (…) Ela sempre tinha uma casa cheia de pessoas e tinha que descobrir como cuidar da casa, de seus filhos, do alimento para as pessoas sob seus cuidados e cuidar de suas responsabilidades da igreja. Ela estava ajudando com o hinário, a Sociedade de Socorro a partir de 1842, e sempre procurando ajudar as pessoas à sua volta. ”

Brandon Metcalf, arquivista e historiador do Departamento de História da Igreja, disse:

“Emma Smith foi absolutamente crucial no estabelecimento da Igreja. Suas contribuições para a tradução das escrituras, o primeiro hinário e organização da Sociedade de Socorro não podem ser esquecidas. Ela foi a confidente e melhor amiga de Joseph no meio de extrema adversidade. Não compreendemos plenamente a força que ela era para Joseph e para toda a Igreja. Ela sofreu as provações de serem forçados a saírem de um lugar várias vezes, da perseguição de multidões, das prisões dos líderes da Igreja, e o  dos repetidos movimentos forçados, perseguição à multidão, prisões de líderes da Igreja e o assassinato de Joseph e Hyrum.”

Keith Erekson, diretor de a Biblioteca de História da Igreja, disse:

“Emma foi uma das pessoas mais importantes e menos compreendidas do início da história da Igreja. Através de sua participação imediata em eventos significativos desde os primeiros dias de tradução do Livro de Mórmon até as provações de Missouri e Nauvoo, ela forneceu força ao marido, à família e aos membros da Igreja em geral. ”

Fonte: LDSChurchNews

Relacionado:

Conheça Emma Smith: Primeira Presidente Geral da Sociedade de Socorro