Os mórmons realmente acreditam em Cristo?

Quem é o Jesus Cristo para os mórmons? O quanto Ele é importante para as pessoas dessa religião? Mórmons acreditam na Bíblia Sagrada, que conta a história do Salvador?  Estas são algumas perguntas que você talvez já tenha feito ou que provavelmente farão a vocês. Mostraremos as respostas.

Os Mórmons são Cristãos?

Os mórmons acreditam de todo coração que Jesus Cristo é literalmente o Filho de Deus, o Redentor, o Salvador. Eles acreditam que Seu nascimento, vida, morte e ressurreição cumpriram as profecias[1] contidas nas escrituras sobre a vinda de um Salvador. Eles acreditam que Ele foi o Criador e que é o Salvador[2] de todas as pessoas.

O Sacrifício realizado por Ele é um dos pontos centrais da adoração desta religião. Semanalmente os mórmons partilham do Sacramento (semelhante a Santa Ceia) em lembrança do corpo e do sangue de Jesus Cristo, que foi derramado por todos nós, para que pudêssemos encontrar a verdadeira felicidade através do arrependimento sincero de nossos pecados.

Todas as orações realizadas nesta religião são feitas “em nome de Jesus Cristo”, pois os mórmons reconhecem profundamente a importância do Salvador como o mediador da humanidade, sendo impossível para qualquer pessoa voltar a presença de Deus se não pelo intermédio Dele — Sua vida, ministério, morte e ressurreição.

Os mórmons estudam profundamente a vida Dele individualmente, em família e também em todas as reuniões da Igreja, com o propósito de mudar suas vidas, tornando-se melhores discípulos e testemunhas Dele.

Jesus Cristo

Ele é o Salvador do mundo.

Por que a Ressurreição Dele é tão importante?

Os mórmons acreditam que a humanidade estava em um estado decaído antes da vinda de Cristo, sendo impossível para qualquer pessoa vencer as barreiras da morte e voltar a viver com Deus. Através do sofrimento Dele no jardim do Getsêmani[3] e ao dar sua vida na cruz— Ele realizou a Expiação — nos salvando de nossos pecados se o seguirmos.

De fato Ele morreu, e após três dias, ressuscitou! Através da ressurreição Dele, Ele nos salvou da morte. Graças a Ele nós podemos sobrepujar a morte, todos recebemos o dom da ressurreição[4] e nossos espíritos serão eternamento unidos aos nossos corpos, e Ele nos julgará por todos nossos atos durante nossa vida.

Os mórmons são extremamente gratos a Jesus Cristo, pois sem Ele, as famílias teriam um fim ao encontrarem-se com a morte. Graças a Ele, poderemos reencontrar nossos entes queridos e vivermos em um estado de felicidade sem fim, se O seguirmos durante a nossa vida.

Jesus Cristo

Ele pode nos curar e nos redimir, não importa qual tenha sido nosso erro.

A Igreja de Jesus Cristo

Apesar de serem conhecidos como “mórmons” o nome desta Igreja é “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, leva o nome Dele pois Ele é o ponto central de tudo que os mórmons fazem. Ao visitar qualquer edifício de adoração da Igreja, encontrarão diversas pinturas sobre a Vida do Salvador nas paredes, e ouviram sobre Ele durante as classes e discursos.

É correto afirmar que os mórmons são um povo que ama o Salvador e anseio o reencontro com Ele, se preparando diariamente para este dia. Mórmons não são perfeitos, mas buscam a perfeição, pois Ele fez esse convite. Ao Seguir o Salvador encontramos a verdadeira felicidade, encontramos propósito em nossa vida.

O Livro de Mórmon é um Outro Testamento de Jesus Cristo, conta a história dos antigos habitantes da América e sobre o relacionamento deste povo com Deus. Lemos no livro de João[5] na Bíblia Sagrada as palavras do Salvador: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco e me convém agregar estas, e haverá um rebanho e um pastor” Quem seriam estas ovelhas?

Assim como Deus amava o povo no Oriente Médio, também amava os antepassados dos índios, e por isso enviou o Salvador para agregar estas “ovelhas” e ensiná-las. O ponto central do Livro de Mórmon é a visita do Salvador às Américas, após sua ressurreição.

Reencontro com Ele

Os membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, acreditam nas escrituras, elas ensinam que haverá um reencontro com Ele. Seremos julgados por todos os nossos atos, talvez Ele faça as mesmas perguntas que fez a alguns dos seus discípulos enquanto caminhava na Terra. Ele os perguntou[6]: “Quem vós dizeis que Eu Sou?”  e também perguntou[7] “Tu me amas?”. Qual será nossa resposta ao re-encontrarmos com Ele?


REFERÊNCIAS:

[1] Isaías, capítulo 9, Velho Testamento, Bíblia Sagrada.

[2] Isaías, capítulo 53, Velho Testamento, Bíblia Sagrada.

[3] Lucas, capítulo 22, Novo Testamento, Bíblia Sagrada.

[4] Atos, capítulo 24, Novo Testamento, Bíblia Sagrada.

[5] João, capítulo 10, Novo Testamento, Bíblia Sagrada.

[6] Marcos, capítulo 8, Novo Testamento, Bíblia Sagrada.

[7] João, capítulo 21, Novo Testamento, Bíblia Sagrada.