O Élder Gerrit W. Gong do Quórum dos Doze Apóstolos e sua esposa, Susan, falaram a mais de 10.000 mulheres de todas as idades, que atos diários e grandiosos de serviço abnegado são essenciais para aumentar a comunhão e a unidade nas congregações e comunidades.

O novo apóstolo e sua esposa foram os oradores finais na Conferência de Mulheres da BYU 2018 em Provo, Utah.

O Élder e a irmã Gong falaram sobre o tema da conferência que foi “Fortalecer-nos uns aos outros no Senhor”. O Élder Gong disse vive intensamente o primeiro e o segundo grandes mandamentos do Salvador de amar a Deus e ao próximo.

O apóstolo ilustrou sua mensagem com uma história sobre uma família que ele ajudou muitos anos atrás como bispo.

Ajuda mútua

O aquecedor de água da família Ritter vazou pelo assoalho. Em seguida, cupins apareceram na madeira e fizeram o chão ceder. A família não podia pagar os reparos, então eles desligaram o aquecedor de água. O Élder Gong visitou a casa deles, percebeu a necessidade e discutiu a situação da família com outros líderes de sua congregação. Em pouco tempo, colegas membros da Igreja que tinham habilidades em trabalhar com pisos, paredes, tapetes, eletrodomésticos e pintura foram ajudar a reparar a casa da família Ritter.

Um daqueles que ministraram mais àquela família foi Larry O’Conner. Não muito tempo depois que o grupo consertou a casa da família Ritter, casa de Larry pegou fogo. A família Ritter estava entre os primeiros a ajudar a reparar a casa da família O’Conner. Este ciclo de serviço é um dos pontos fortes de uma comunidade de fé, disse o Élder Gong.

“Para mim, pode haver um círculo maravilhoso, virtuoso e harmonioso ao fortalecermos uns aos outros em Seu amor”, o Élder Gong disse. “A família O’Connor ajudou a família Ritter, a família Ritter ajudou a família O’Connor e ao mesmo tempo uma comunidade de santos está sendo estabelecida. Todos os dias, em inúmeras maneiras, cada um de nós precisa e pode oferecer amor ministrador e apoio em modos pequenos, simples, poderosos e que mudam a vida das pessoas.”

Mensagem da irmã Gong

A irmã Gong falou sobre três significados diferentes da ideia de amar uns aos outros como Jesus ama. Ela disse que Jesus entende nosso coração, junta Seu entendimento com compaixão e responde às nossas necessidades específicas.

“Somos amados com a ‘incomparável generosidade do amor do [Salvador] e o amo infinito do Pai Celestial. Por meio de Seu amor, conseguiremos entender um ao outro, ter compaixão uns pelos outros e abençoar uns aos outros em todos os sentidos que são importantes e especiais”, disse a irmã Gong.

Conselheiras da Sociedade de Socorro compartilham mensagem de união

Parte dos eventos da conferência incluiu mensagens das duas conselheiras da Presidência Geral da Sociedade de Socorro, a irmã Sharon Eubank e a irmã Reyna I. Aburto. Elas falaram sobre o novo programa da Igreja de ministrar.

A mensagem delas tinha como foco a declaração de Lucy Mack Smith, mãe do Profeta Joseph Smith. Ela disse: “Precisamos amar-nos mutuamente, cuidar umas das outras, consolar umas às outras e adquirir instrução, para que possamos todas viver no céu juntas”.

“Sei que o tema desta sessão é inspirado porque é a própria definição de ministrar”, explicou a irmã Eubank, primeira conselheira. “Cuidar uns dos outros é um dos muitos motivos pelos quais a Sociedade de Socorro foi estabelecida. Tudo começa com conhecer as pessoas e saber de que elas realmente precisam. O serviço nunca é como uma peça de roupa de tamanho único.”

“Quero recomendar a maneira mais elevada e santa de ministrar é sentimo-nos à vontade para sentar com outra pessoa, mesmo que pensemos que somos muito diferentes”, acrescentou a irmã Aburto, a segunda conselheira. “Muitas vezes cobramos demais umas às outras como mulheres. Julgamos, comparamos e competimos ao invés de ter compaixão e caridade. Mas podemos e devemos mudar essa cultura na Igreja.”

As duas conselheiras incentivaram o público a não se sentir oprimido. “Fazer o melhor nem sempre significa fazer mais. Se fizerem nem que seja apenas uma coisa inspirada a cada dia, estarão agindo como o Senhor”, disse a irmã Eubank. “Eu fiz as contas. Se eu fizer uma coisa que vier por inspiração 365 vezes por ano por 50 anos, será um total de 18.250 coisas que o Senhor queria que fossem feitas.”

A irmã Aburto acrescentou: “Eu quero assegurar a vocês que o Senhor aceita todos os seus esforços. Os anúncios na conferência geral não foram necessariamente pedidos para fazer mais — nossas listas já estão cheias! Mas talvez possamos fazer as coisas certas. As coisas simples. As coisas que o próprio Senhor quer que sejam feitas.”

Fonte: Mormonnewsroom.org.

Relacionado:

5 curiosidades sobre nosso novo apóstolo, o Élder Gerrit W. Gong